Livro X Filme: Convergente


E cá está o final épico da série Divergente que, tive o prazer de resenhar para vocês em vídeo, sim gente, em vídeo, comparando sempre a obra literária as adaptações cinematográficas. O último livro da série atende pelo nome de Convergente e vem nos mostrar uma realidade completamente diferente das facções de Chicago. Antes de dar continuidade a esse post, gostaria de avisar que teremos spoiller pois como é um vídeo comparativo, eu não posso deixar de falar certas semelhanças e diferenças entre eles. Se vocês não leram/assistiram Convergente basta pular esse "Dica de Leitura", ok?! Caso você não tenha problema com isso, vem comigo.

Autora: Veronca Roth | Editora: Rocco | Páginas: 528
*Esta resenha contém spoiller!


Para assistir ao vídeo comparativo de Convergente, é só clicar play no vídeo abaixo e vir comigo. Se você ainda não conhece a playlist do "Dica de Leitura" lá do canal, é só clicar aqui que será redirecionado para lá.


Já pararam para pensar se tudo o que você conhece, inclusive sua vida, não passasse de uma mentira? Após ter acesso a mensagem deixada por Edith Prior no finzinho do livro Insurgente, Tris e seus amigos decidem se aventurar além dos muros da cidade de Chicago. O problema é que a vontade de construir uma nova vida longe daquele lugar marcado por perdas e conflitos não vai tão longe, até porque a realidade do Departamento de Auxílio Genético para o qual nossos personagens são levados é ainda mais alarmante. Com isso, Tris, Quatro, Caleb, Cristina, entre tantos outros conhecidos nossos precisam fazer escolhas que, muitas vezes, não são fáceis e chegam até a mudar os corações deles.



Diferentemente de Divergente e Insurgente, que são narrados apenas pela Tris, Convergente conta com dois pontos de vista, ou seja, alguns capítulos são narrados pelo Quatro/Tobias e outros pela protagonista Tris Prior. Nesse final épico também conhecemos personagens que foram dados como mortos nos livros passados, como assim Ízis? Nos livros anteriores George Wu (irmão de Tori) e Amah (instrutor de Quatro) são mortos por serem divergentes mas, em Convergente descobrimos que essas mortes foram forjadas para salvá-los e assim poder mandá-los para o Departamento de Auxílio Genético, que por sua vez testa os genes de ambos e descobre que os mesmos são seres humanos geneticamente puros.



A escrita de Veronica Roth continua convidativa mas, alguns pontos do livro não foram tão bem explorados quanto nas obras passadas e isso ficou evidente quando a obra foi adaptada para as telonas. Confesso a vocês que essa divisão de seres puros e danificados me deixou um tanto confusa pois, a explicação dada pela autora é que o governo tentou consertar os genes ruins da população e o resultado foi desastroso, por exemplo: tentou transformar uma pessoa medrosa em uma pessoa mais corajosa, o que resultou em um ser humano que não temia nada nem ninguém, que não media as consequências de seus atos e assim, causava mais danos ao convívio com o próximo. Esse processo foi chamado de guerra da pureza e causou muitas mortes e destruições ao longo dos EUA. 


Por causa disso o governo criou os experimentos, dentre eles Chicago, e nutriu esperanças de que nascessem pessoas geneticamente puras, ou em outras palavras divergente. Se com o livro eu fiquei perdida no meio desse conflito, imagina ao longo do filme que a explicação é dada de maneira rápida. Outra diferença bem grande entre o livro e o filme é como a Tris fica sabendo que é pura, sério gente, aquele banho inicial não existe e muito menos as marcas nos pulsos, isso mesmo, Tris e Quatro são testados por Nita e Matthew através de soros que evidenciam os genes das pessoas, assim descobrimos que a Tris é pura como George e Amah e o Quatro não é, ele é apenas resistentes aos soros das simulações. 



Bom, no vídeo citei várias outras diferenças entre o livro e o filme Convergente, como puderam perceber, mais nem por isso deixei de gostar de ambos. De toda a série Divergente o meu livro e filme favoritos é o primeiro, sim gente o Divergente, acho que foi onde a Veronica Roth conseguiu me prender mais na história, além de me deixar ansiosa para ler Insurgente. Novamente senti falta de Uriah no filme, ele é um personagem engraçado e importante nas obras, foi uma pena a adaptação cinematográfica não dar nome/importância a ele na trajetória. 


Por hoje é isso, vou deixá-las com um aviso básico: Convergente foi dividido em 2 partes então, o primeiro filme já foi ao ar e logo logo o segundo estará ganhando espaço nos cinemas. Não sei o quão fiel a segura parte será mas, se tirarmos pela primeira eu esperaria muitas mudanças. Deixem nos comentários o que acharam da resenha de Convergente, curtam o vídeo lá no canal e se inscrevam também, vou adorar recebê-los na família VC. 

Beijos e até a próxima :*
Comentários
7 Comentários

7 comentários :

  1. Parece ser um bom livro
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo todos os dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sofia, tudo bem? O livro é ótimo bem melhor que o filme. Beijos :*

      Excluir
  2. Não conhecia ainda esse livro nem o filme, mas fiquei com vontade de ler!!
    Adorei a resenha, muito bem feita!
    Beijoos

    Esmaltadas de Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, sério que você não conhecia? O filme foi ao ar este ano e o livro é esse da foto, foi publicado antes do primeiro filme sair em todos os cinemas. Beijos :*

      Excluir
  3. eu vi os filmes e achei legais, mas geralmente os livros sao mt mais aprofundados msm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia, realmente os livros são melhores em casos assim, explicam mais as coisas. Beijos :*

      Excluir
  4. Confesso que nunca me interessei pelo livro e nem por o filme, mas gostei bastante de conhecer a sua opiniao sobre eles.
    beijos!
    www.garotadelicada.com.br

    ResponderExcluir

Olá, meu nome é Ízis Miranda, sou pernambucana e tenho 25 anos. Especialista em Educação Física Escolar, maquiadora e colecionadora de sonhos. Apaixonada por fotografia, moda, maquiagem, filmes, literatura, chocolate, basquete, dança e esmaltes! Autora do Vidro Colorido, meu diário virtual sobre o universo feminino.

Facebook

Youtube

Postagens populares

Arquivos

Publicidade

Tecnologia do Blogger.
 
Todos os direitos reservados 2016 - 2017 | Design E Programação: Espalhando Bonitezas